Alunos
Candidatos
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Sistema AcadêmicoInscreva-se
CARREGANDO...

Tags

No items found.
planejamento financeiro

Voltar a estudar, seja para começar uma nova faculdade, seja para cursar uma pós-graduação, é o sonho de muitas pessoas. Concretizá-lo é, sem dúvida, motivo para muita comemoração! Mas para que o seu sonho não se transforme, de uma hora para outra, em um pesadelo, é necessário estabelecer um planejamento financeiro adequado às suas condições atuais e futuras.

Além dos valores de matrícula, as despesas extras (materiais, deslocamento, moradia, alimentação etc.) e os imprevistos também devem ser considerados. Chega quase a bater um desânimo de pensar em tudo isso tendo em vista o seu orçamento de agora? A boa notícia é que, com organização e responsabilidade, é possível atingir todos os seus objetivos.

Como sabemos que não é todo mundo que tem facilidade de lidar com as finanças, elencamos algumas dicas para que você consiga se planejar financeiramente e aproveitar esse momento da vida sem dor de cabeça. Vamos lá?

Analisar os gastos atuais

As contas vão, inevitavelmente, surgir — mesmo para quem for cursar uma universidade pública ou para quem conseguiu uma bolsa de estudos integral. Isso porque não basta entrar na faculdade, é preciso permanecer dentro dela, o que implica ter um mínimo de dinheiro disponível. Considerando isso, analisar detalhadamente sua atual condição financeira torna-se uma tarefa imprescindível.

É isso mesmo: encare os números. Algo que pode ajudar muito é construir uma planilha com todos os seus recebimentos e seus gastos — lembrando que há manuais incríveis de como fazer planilhas disponíveis gratuitamente na internet e também aplicativos para celulares específicos para controle financeiro.

Anote todos os seus gastos ao longo do dia, até mesmo aqueles que parecem insignificantes. Crie essa rotina, pois essa planilha vai possibilitar que você visualize qual é a real situação de sua conta bancária e em quais itens você pode começar a economizar.

Controlar as despesas

Ter a sua vida financeira ao alcance dos seus olhos é a melhor forma de controlar as despesas. Muita gente se surpreende ao perceber o que, de fato, está consumindo o seu rendimento. O cafezinho, o chiclete ou o docinho depois do almoço podem parecer inofensivos, mas, ao final do mês, eles pesam no bolso.

Controlar o impulso consumista, ou seja, perguntar a si mesmo quais são suas reais necessidades, é outra dica que faz a diferença. Tenha consciência de qual padrão de vida você pode, verdadeiramente, sustentar. Para que estourar o orçamento com produtos, restaurantes e festas caras? Para chegar ao seu objetivo, o primeiro passo é ser realista e manter sempre o pé no chão!

Criar uma reserva financeira

Aqui o que vale é aprender a poupar. Separe uma conta poupança (ou, se preferir, um fundo de investimento) para que o dinheiro não fique muito tempo parado na conta corrente — sobretudo se você for um usuário assíduo do cartão ou tenha débitos em conta.

Antes que você gaste tudo sem perceber, transfira uma quantia por mês para a poupança. Mesmo que seja pouco o que sobrou, mantenha essa hábito. A poupança costuma não render muito, como a intenção é criar uma reserva para casos de necessidade, ela é a opção mais segura, simples e prática!

Fazer uma renda extra

Essa é uma alternativa que não é todo mundo que consegue, principalmente pela falta de tempo. Porém, se você tiver qualquer tempinho sobrando, vale muito a pena procurar uma fonte de renda complementar. Entre as sugestões para ganhar uma grana extra estão: dar aulas particulares, fazer trabalhos pontuais como freelancer, cozinhar para vender os produtos etc.

O importante é não gastar essa quantia de dinheiro que você conseguiu além do seu recebimento ordinário. Se as despesas estão sob controle, invista a receita de alguma maneira para que ela possa render um pouco.

Realizar uma pesquisa prévia sobre os valores dos cursos ou especializações

Na hora de pesquisar valores não se pode ter preguiça! Veja todas as possibilidades de cursos (de graduação ou pós-graduação) que se encaixam naquilo que você deseja, compare os valores e avalie sempre o melhor custo-benefício. Se você já tem um curso específico em vista, procure todas as instituições de ensino que oferecem e quais as formas possíveis (presencial, semipresencial ou a distância).

Coloque na conta também os gastos que terá com transporte, alimentação, moradia, materiais de estudo. Tire todas essas dúvidas e coloque tudo na ponta do lápis antes de fazer a matrícula. Mudar de instituição no meio do caminho porque não foi capaz de sustentar os gastos pode trazer alguns prejuízos para sua formação.

Verificar a possibilidade de conseguir bolsas ou descontos nas instituições

Algo que poucas pessoas sabem é que a maioria das instituições de ensino oferece bolsas de estudo integrais ou parciais para casos específicos. Confira se você se encaixa nessa possibilidade, pois é uma forma de conseguir um desconto, ou mesmo uma gratuidade na matrícula. Na maioria dos casos, essas bolsas são obtidas por meio de provas que as próprias instituições criam, mas há também bolsas de incentivos à educação do Governo Federal, de organizações filantrópicas etc.

Conseguir voltar aos estudos e concluí-los é uma satisfação difícil de descrever. Mas, infelizmente, para muitas pessoas isso parece ser mais um sonho que está num horizonte muito distante. Falta de tempo, cansaço devido ao trabalho, dificuldade na concentração, orçamento apertado são alguns fatores que impedem muitos de chegar aonde desejam.

Mesmo com as inúmeras dificuldades, a vontade de estudar e concretizar esse desejo deve ser a motivação diária para quem quer embarcar nessa jornada de estudos. A questão financeira não pode ser o motivo para você desistir dos seus objetivos, afinal, tudo é possível para quem deseja muito.

O foco no objetivo é, portanto, o principal conselho que podemos oferecer. Mas, lembre-se: para conseguir aquilo que almeja, você precisa ter muita disciplina, autocontrole e força de vontade. Não faça das finanças um empecilho para isso, pois, sabendo o quanto você gasta e ganha e exercendo sua criatividade, você consegue encontrar várias formas de aumentar sua renda e completar os estudos sem dores de cabeça!

Não perca mais tempo: faça o seu planejamento financeiro, analise suas condições reais e vá em busca de seu aprimoramento pessoal e profissional! Gostou do conteúdo? Então, não deixe de nos seguir em nossas redes sociais, estamos no Facebook, no Instagram e no YouTube!

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O ARQUIVO
INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS

Receba as novidades em seu e-mail

Fique por dentro dos  eventos, notícias e conteúdos da Faculdade Arnaldo.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.