O estágio obrigatório é uma importante etapa na formação de muitos estudantes. Isso porque ele torna possível que o conhecimento adquirido em sala de aula seja vivenciado de forma prática, elevando a assimilação do aprendizado, além de possibilitar uma maior vivência das atividades da profissão, o que é um grande diferencial para o futuro profissional no mercado de trabalho.

Quer saber mais sobre o que é, sua importância e algumas das características do estágio obrigatório? Então, continue a leitura!

Quais as diferenças entre os estágios obrigatórios e não obrigatórios?

Tanto o estágio obrigatório quanto o não obrigatório são definidos pela Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008, conhecida como a Lei do Estágio, sendo a normativa mais recente que trata sobre o estágio de estudantes.

De acordo com a legislação, o estágio obrigatório consta na grade curricular do curso em questão, ou seja, é uma atividade imprescindível para a formação do estudante. Assim, sua carga horária consta na grade curricular e é requisitada para a aprovação, sendo uma fase fundamental para a conquista do diploma de graduação.

Do contrário, o estágio não obrigatório se caracteriza pela não exigência na grade curricular para a formação do curso em questão. Assim, o estágio pode ser executado como uma atividade opcional, a fim de contribuir para a formação do estudante.

É importante que você saiba que, em qualquer um dos casos, a concessão do estágio não pode ser considerada vínculo empregatício, pois ele é normatizado pela Consolidação das Leis de Trabalho (CLT).

Qual a carga horária do estágio?

A Lei do Estágio estipula a jornada máxima para as atividades dos estudantes nas empresas e outras instituições, e o tempo de permanência das atividades vai depender do tipo de curso. Veja algumas regras:

  • na modalidade profissional de educação de adultos e jovens, para os estudantes dos últimos anos do ensino fundamental, a carga horária não pode ultrapassar 4 (quatro) horas diárias, ou seja, 20 (vinte) horas semanais. O mesmo vale para alunos da educação especial;
  • para os estudantes de graduação, ensino médio e educação profissional do ensino médio, a jornada deve ser de, no máximo, 6 (seis) horas diárias e 30 (trinta) horas semanais;
  • desde que esteja previsto na ementa do curso da instituição de ensino, em horários que não estão programadas aulas presenciais, a jornada é de 40 (quarenta) horas por semana, para estágios em que os cursos façam a alternância entre teoria e prática.

As atividades de estágio podem durar, no máximo, dois anos, com exceção dos estagiários portadores de deficiência.

Como saber se o meu curso tem estágio obrigatório?

É simples saber se o seu curso exige o estágio obrigatório. Se você já está matriculado ou deseja se matricular, basta acessar a ementa do curso no site da instituição de ensino da sua preferência.

No caso do curso de Medicina, os estudantes são submetidos à residência médica, na qual o estudante tem a oportunidade de trabalhar de forma prática na especialidade que escolheu.

Como conseguir um estágio obrigatório?

Conseguir um estágio pode ser uma missão desafiadora para muitos estudantes. Pensando nisso, preparamos estas dicas para você. Confira!

Fique atento aos anúncios de vaga da faculdade

Muitas faculdades têm programas de estágio nos quais você pode se inscrever. Além disso, ainda é possível acompanhar as vagas pelos murais de avisos das instituições de ensino. Procure identificar se a faculdade mantém parcerias com as empresas da região, pois isso facilita as possibilidades de você identificar um estágio compatível com o seu perfil.

Fale com seus professores e colegas

Indagar professores e colegas a respeito de possíveis vagas de estágio é uma boa forma de você se colocar disponível para uma oportunidade de estágio. Isso porque você mostra a sua disponibilidade e ainda pode pegar dicas de como conseguir um estágio na sua área.

Vale lembrar que, para elevar as suas chances de contratação e também indicação, é fundamental que você seja um aluno dedicado em sala de aula, demonstrando interesse acerca dos temas abordados.

Elabore um currículo objetivo

O currículo é o primeiro contato que as empresas terão com você. Por isso, procure destacar as suas competências e atividades realizadas anteriormente. Fique atento também à definição dos seus objetivos profissionais.

Procure focar nas atividades que realmente contribuirão para a sua formação, evitando se mostrar disposto a exercer qualquer função. Isso porque, nesse caso, você pode passar a impressão de que não sabe exatamente o que quer. Ainda, corre o risco de aceitar uma proposta de estágio desalinhada com os seus objetivos e propósitos.

Marque presença nos eventos acadêmicos

Frequentar eventos da faculdade, como feiras, palestras e workshops promovidos pela instituição de ensino, confere a você a chance de estar próximo de profissionais mais experientes. Essa também é uma maneira de você demonstrar interesse e disposição. Para isso, conte com a ajuda de colegas, professores e até mesmo profissionais que já atuem na área.

Desenvolva habilidades requisitadas pelo mercado profissional

Todas as pessoas estão em constante aprendizado e aperfeiçoamento. Sempre existe algo a melhorar, por isso, dedique tempo em identificar quais competências precisam ser trabalhadas em você. A ajuda de um psicólogo, ou mesmo o resultado de uma dinâmica de grupo, podem orientá-lo nesse sentido.

Algumas competências são muito valorizadas pelo mercado de trabalho em geral, o que inclui os estágios, como:

  • boa comunicação;
  • capacidade de resolver problemas;
  • proatividade;
  • inteligência emocional;
  • bom relacionamento interpessoal.

Enriqueça o currículo com outros cursos

Ficar limitado somente ao que é oferecido na sala de aula, com certeza, é um grande erro. Isso porque, quanto mais conhecimento você acumula, mais preparado se torna para pleitear um estágio.

Portanto, aposte em atividades extracurriculares, faça cursos, leia livros sobre a sua área e participe de fóruns de discussão. Durante a entrevista de estágio, evidencie esses esforços para o recrutador, a fim de elevar as suas chances de ser selecionado.

Como vimos ao longo desta leitura, o estágio obrigatório é fundamental para que os alunos tenham uma vivência maior da profissão, além de acumular uma importante experiência, que pode ser definitiva para o seu sucesso no mercado de trabalho. Seguindo as dicas que preparamos para você, fica mais fácil conseguir uma oportunidade!

Se você gostou deste artigo sobre estágio obrigatório, compartilhe o conteúdo nas suas redes sociais para que mais pessoas fiquem por dentro do assunto!