Alunos
Candidatos
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Sistema AcadêmicoInscreva-se
CARREGANDO...
Artigo

7 boas práticas para desenvolver as competências profissionais

7 boas práticas para desenvolver as competências profissionais

As competências profissionais são muito importantes para ter empregabilidade e perspectiva de crescimento nos dias de hoje. Isso porque as empresas reconhecem cada vez mais a importância de desenvolver o capital humano como parte da estratégia de negócios.

Esse capital é comporto pelo conjunto de competências presentes na organização. Portanto, é fundamental para que o empreendimento alcance os resultados desejados, como produtividade, inovação, eficiência, vendas e lucratividade.

Quer entender como desenvolver competências profissionais e destacar-se no mercado de trabalho? Continue a leitura e confira as 7 melhores práticas!    

O que são competências profissionais?

Uma competência profissional diz respeito à capacidade de empregar conhecimentos, habilidades, julgamentos e atitudes na realização de algo útil. Resumidamente, nasce da aplicação destes quatro elementos:  

  • saber algo (conhecimento);
  • aplicá-lo no mundo real (habilidade);
  • usar nas situações corretas (julgamento);
  • ter uma postura adequada (atitude);
  • alcançar um resultado útil.

Um bom vendedor, por exemplo, não apenas conhece a técnica de vendas, como sabe aplicá-la no dia a dia. Além disso, entende o momento exato de usar as ferramentas e abordar o cliente. Por fim, tem iniciativa, empatia e outras atitudes na hora h para que a venda aconteça.

Por sua vez, um mau vendedor falhará porque não sabe como negociar, abordar o cliente etc., ou porque não consegue colocar o que conhece em prática. Pode ainda errar por não usar as habilidades nas circunstâncias ideais ou, ainda, por ser reativo, pouco educado etc.

Quais são as competências mais valorizadas pelo mercado?

As competências profissionais podem ser técnicas ou comportamentais. No primeiro grupo, está o domínio dos métodos, informações e ferramentas necessários para um determinado trabalho. É a compreensão da legislação para o advogado ou a familiaridade com finanças do administrador, por exemplo.

Em relação às competências técnicas, o mercado de trabalho exige não apenas a formação inicial, mas a constante atualização. Aliás, com a velocidade da mudança no mundo de hoje, o estudo deve ser uma atividade contínua de quem não quer ficar para trás.

Já as competências comportamentais correspondem aos atributos que contribuem para o trabalho, especialmente no relacionamento interpessoal. Para exemplificar, em pesquisa do começo de 2020, a consultoria Robert Half traz as mais buscadas pelos recrutadores:

Trabalho em equipe/relacionamento interpessoal;
Experiência;
Proatividade;
Olhar estratégico;
Boa comunicação;
Postura de dono;
Flexibilidade;
Habilidade de negociação;
Perfil empreendedor;
Estabilidade;
Inglês.

O ponto de partida para desenvolver competências profissionais varia. Por exemplo, enquanto algumas pessoas aprendem inglês em cursos de qualificação, outras estudam por conta própria, e há um terceiro grupo que aposta em passar um período no exterior para aprender pela convivência.  

Como desenvolver competências profissionais?

Por existirem diversos caminhos, você pode utilizar diferentes práticas para aprender competências com mais facilidade. Confira 7 dicas para melhorar o perfil profissional, adquirindo novos conhecimentos, habilidades, julgamentos e atitudes!    

1. Tenha metas claras

Um primeiro entendimento importante sobre competências é que você precisa escolher, entre as diversas coisas que podem ser aprendidas, quais delas fazem sentido para os seus objetivos profissionais.  

Quem procura a faculdade para atuar no mercado privado terá um foco maior em buscar experiências no ambiente das empresas. Já quem busca um cargo público estará mais voltado à realização de simulados e exercícios de prova, por exemplo. Aonde você quer chegar define as competências necessárias e as estratégias que serão usadas para desenvolvê-las.

2. Invista em autoconhecimento

Com um alvo em mente, o passo seguinte é mapear quais competências profissionais você precisa desenvolver. Uma técnica bastante utilizada em avaliações são as escalas gráficas, em que se dá uma nota (0 a 5 ou 0 a 10) para cada competência, medindo o quão bom você é em comunicação, liderança, proatividade, negociação etc.

3. Tenha um plano de desenvolvimento

A partir de então, você pode selecionar estratégias para desenvolver as competências, buscando atingir o próximo nível. Se você considera que a comunicação é nota 2 de 5, pense em como alcançar o 3.

Caso você precise de um modelo, utilize o 5w2h. Nele, você responde a 7 questões e, ao final, obtém os elementos básicos do seu plano de carreira:

  • O que fazer? (what?);
  • Por que fazer? (why?);
  • Quando fazer? (when?);
  • Onde fazer? (where?);
  • Quem será o responsável? (who?);
  • Como fazer? (how?);
  • Quanto custa? (how much?).

Normalmente, as ações para desenvolver competências exigem o estudo por conta própria, a busca por uma qualificação profissional ou a aprendizagem social. Essa última seria aprender com as experiências do trabalho e convívio com outros profissionais.

4. Pratique a escuta ativa

Um dos pontos mais importantes são os processos que exigem atenção. Seja em sala de aula, seja no convívio com outros profissionais, é preciso ter uma postura de combate às distrações e foco total para entender as informações que são transmitidas.  

Busque, portanto, a escuta ativa, realizando um esforço para ter atenção em cada momento e usar os conhecimentos para desenvolver competências.  

5. Leve discussões relevantes para a sala de aula

Outra dica interessante é levar as discussões para a sala de aula. Em um primeiro momento, o caminho mais lógico é estudar os assuntos e depois aplicar o que foi aprendido no dia a dia, mas o inverso também pode ser interessante.

Muitas vezes, o aluno se depara com situações, desafios e decisões no ambiente de trabalho, sem entender o porquê dos acontecimentos. Logo, trazer o tema para a sala de aula ajuda a tirar mais da experiência, debatendo o tema por diferentes perspectivas e ouvindo um professor, que é especialista na área.  

6. Domine a tecnologia

No seu plano de desenvolvimento profissional, lembre-se de que quase todas as áreas de trabalho se apoiam em alguma tecnologia. Os exemplos são os mais diversos, como os softwares usados para gerir empresas ou os equipamentos usados na Odontologia.  

7. Invista em treinamentos e capacitações

Para finalizar, dê atenção aos treinamentos e capacitações profissionais. Geralmente, isso é feito pela combinação de uma graduação de alta qualidade com o desenvolvimento de competências mais específicas em cursos livres, experiências e especializações.

Aqui na Faculdade Arnaldo, por exemplo, as duas preparações caminham juntas. Além do curso superior, os futuros profissionais acessam eventos, palestras, bancos de oportunidades de estágio e bibliotecas físicas e digitais, bem como diversas outras iniciativas para desenvolver competências.

Em muitos casos, as primeiras experiências profissionais são frutos de parceiras e divulgação de vagas pela faculdade. Os recrutadores que buscam novos talentos utilizam-se das instituições de ensino como canais de comunicação dessas oportunidades, uma vez que é onde o público-alvo está localizado.

Sendo assim, o começo do desenvolvimento de competências profissionais é a escolha de uma boa faculdade. A partir dessa decisão, você terá mais opções para melhorar os pontos fracos e consolidar os pontos fortes do seu currículo profissional, tornando-se desejado pelos empregadores.

Para aprender ainda mais sobre competências, acesse nosso conteúdo sobre soft skills e complemente a sua leitura!

Mais do nosso blog

Posts relacionados

Nenhum item encontrado.
Veja todos os posts
INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS

Receba as novidades em seu e-mail

Fique por dentro dos  eventos, notícias e conteúdos da Faculdade Arnaldo.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.