Alunos
Candidatos
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Sistema AcadêmicoInscreva-se
CARREGANDO...

Tags

No items found.
comércio exterior

Para quem está procurando uma carreira promissora e com boas oportunidades de emprego, uma alternativa interessante é o Comércio Exterior. Essa atividade abrange operações de compra e venda de mercadorias entre países de diversos continentes.

Uma empresa brasileira, ao adquirir produtos de uma companhia estrangeira, está realizando uma importação. O contrário dessa atividade se chama exportação. Existem várias leis que normatizam as transações comerciais. Esse é um dos fatores que torna o profissional da área muito valorizado.

Neste post, mostraremos como funciona a graduação para exercer a carreira, o mercado de trabalho e as características essenciais para conseguir bons empregos com as atividades ligadas à comercialização para o exterior. Confira!

Entenda como funciona o curso de Comércio Exterior

Para conseguir o diploma de nível superior, é necessário estudar 4 anos. Algumas faculdades também ofertam o curso no formato tecnológico, com duração de dois anos. Em ambos os alunos fazem matérias relacionadas à Contabilidade, Estatística e Matemática Financeira. Além disso, assimilam conteúdos ligados aos segmentos de Negociações Internacionais e Sociologia.

É nítido que o profissional do Comércio Exterior necessita de uma grande bagagem de conhecimento para atingir metas e se destacar na área. Com a intenção de ajudar você a compreender melhor a graduação, listamos algumas disciplinas que integram o curso:

  • Contabilidade;
  • Direito Público;
  • Direito Privado;
  • Direito Comercial;
  • Direito Internacional;
  • Economia;
  • Línguas Estrangeiras;
  • Logística;
  • Marketing;
  • Pesquisa Operacional.

Somente concluem a faculdade de Comércio Exterior os alunos que fazem estágio supervisionado e apresentam o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Atente-se às áreas de atuação

Se você tem interesse em trabalhar nesse segmento, vale a pena conhecer algumas atribuições que podem ser feitas por profissionais formados em Comércio Exterior. Apresentamos algumas delas a seguir. Acompanhe!

Agenciamento de carga

O profissional executa ações para efetivar o transporte da mercadoria. Nesse caso, acompanha detalhes relativos ao frete e ao seguro. O objetivo é que os produtos cheguem ao destino previsto na data marcada.

Compras Internacionais

É um setor que exige muita habilidade de negociação, visto que envolve o contato com empresas estrangeiras para a aquisição ou a venda de itens. Também é necessário ter conhecimento avançado em Direito para os contratos estarem de acordo com a legislação.

Consultoria

O consultor de Comércio Exterior tem como meta contribuir para que empresas realizem importações e exportações de forma ágil, sem ter problemas com a burocracia. Esse profissional também atua na liberação de cargas que chegam ao Brasil.

Despacho Aduaneiro

Tem como principal meta liberar as cargas junto à Receita Federal. Deve ter conhecimento de todos os trâmites necessários para essa atividade. É muito importante que esse trabalho seja eficiente, pois as empresas buscam reduzir custos para serem mais competitivas.

Gestão

É uma área que exige muita responsabilidade de quem atua no Comércio Exterior, afinal, o profissional tem como atribuição coordenar um setor ou uma companhia que atua com exportações e importações.

Operação

Exige muito cuidado, pois envolve o transporte da mercadoria entre duas companhias. O profissional deve ser atento para atuar com eficiência em relação ao tempo de entrega, aos gastos, ao armazenamento e à documentação. Tudo deve estar em conformidade com as normas para não prejudicar o andamento dos serviços.

Marketing Internacional

O trabalho consiste em avaliar o mercado externo e tomar decisões com base em dados coletados. A partir disso, é possível adotar mudanças na escolha da mercadoria a ser exportada ou no processo de vendas.

Procurement

Esse segmento é responsável por desenvolver novas linhas de produtos e de acompanhar os fornecedores. O profissional executa o trabalho de pesquisa por um novo item por meio de participações em feiras ou contatos com os fornecedores/potenciais compradores. Além disso, acompanha como a mercadoria está sendo produzida e avalia se ela está no ponto ideal para ser comercializada.

Veja como é o cotidiano dos profissionais que trabalham com Comércio Exterior

As rotinas variam bastante, pois têm uma grande influência do setor em que o trabalhador atua. Se ele é de segmentos como Compras, Agenciamento, Marketing e Operação, tem que se relacionar com empresas de outros países, que podem atuar nas áreas de exportação, importação e transporte.

Os que trabalham nos setores de Gestão e Consultoria têm menos contato externo, mas são responsáveis por gerenciar equipes e treinamentos. Além disso, precisam executar planejamentos e analisar os resultados alcançados pelos times.

Nesses dois casos, o dia a dia tem um foco mais voltado para o público interno, ou seja, para a maneira como a empresa está organizada para executar os serviços de exportação e importação.

Outra preocupação que deve fazer parte da rotina dos que trabalham com o Comércio Exterior é o relacionamento do Brasil com os outros países. Também é necessário se atentar aos rumos da política e da economia mundial.

Um problema em determinado país pode causar um grande impacto no mercado, fazendo com que um produto seja mais ou menos procurado pelos consumidores. Essa análise deve ser feita pelo profissional para estabelecer o que deve ser comercializado ou não. A medida é uma forma de aproveitar oportunidades de expandir as vendas ou de evitar grandes prejuízos.

Conheça as qualificações necessárias para a carreira

Compreender como funciona a graduação e o mercado de trabalho é um fator relevante para quem deseja alcançar o sucesso na área de Comércio Exterior, mas você não pode esquecer de um detalhe importante: os requisitos para seguir essa carreira.

A primeira dica é ter fluência em línguas estrangeiras — inglês, espanhol, francês etc. Uma boa comunicação é peça-chave para obter um desempenho acima das expectativas e evita que haja ruídos entre as partes envolvidas.

A segunda sugestão é estar sempre por dentro das atualizações do mercado. As mudanças de regras nas áreas de exportação e importação são comuns, por isso o profissional deve seguir a legislação para evitar que a empresa seja penalizada por eventuais erros.

Também procure se especializar em um ou mais segmentos. Ser autoridade em uma ou mais áreas é uma forma de manter a empregabilidade alta e de gerar bons resultados para as companhias.

O Comércio Exterior abre oportunidades de trabalho muito interessantes para os que estão chegando ao mercado de trabalho. Na Faculdade Arnaldo você pode fazer um curso superior tecnológico nessa área e dar um novo rumo para a sua trajetória profissional.

Se você gostou deste post, não deixe de compartilhá-lo nas redes sociais. O conhecimento é essencial para abrir novos horizontes!

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O ARQUIVO
INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS

Receba as novidades em seu e-mail

Fique por dentro dos  eventos, notícias e conteúdos da Faculdade Arnaldo.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.