Alunos
Candidatos
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Sistema AcadêmicoInscreva-se
CARREGANDO...
Artigo

Por que se aperfeiçoar na área de cibersegurança?

Artigo

Por que se aperfeiçoar na área de cibersegurança?

Você gosta da área de tecnologia e tem curiosidade sobre o curso de pós-graduação em Cibersegurança? O setor tem tido cada vez mais relevância para empresas e gestores, sobretudo devido à importância que a segurança dos sistemas de armazenamento e troca de informações tem para as corporações.

Atualmente, é bastante comum guardar arquivos em nuvem para manter a integridade dos dados. Dessa forma, o profissional do ramo encontra um mercado com boas oportunidades de trabalho, principalmente em cargos que exigem a aplicação de técnicas para proteger computadores, dispositivos, redes e softwares de possíveis ataques cibernéticos, o que representa uma garantia a mais para os usuários.

Pensando nisso, preparamos o post para explicar o que é Cibersegurança e por que vale a pena investir na profissão. Confira a seguir!

Entenda como é a carreira em Cibersegurança

A Cibersegurança é definida como um conjunto de recursos utilizados para a proteção de informações armazenadas em máquinas, softwares e sistemas de nuvem. O objetivo, com isso, é impedir que os dados sejam acessados e manipulados por usuários não autorizados. Assim, os aspectos da Cibersegurança são baseados em três pilares: confidencialidade, integridade e disponibilidade.

O curso de especialização em Cibersegurança oferece conhecimentos sobre os principais conceitos tecnológicos da área, como:

  • a governança e os regimes internacionais que organizam a Cibersegurança;
  • os marcos regulatórios domésticos, com destaque para a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD);
  • os principais modelos de confidencialidade e gestão de segurança de informação, identificação de ameaças, riscos e vulnerabilidades;
  • triagem, monitoramento e respostas em segurança para ambientes corporativos;
  • defesa de ataques e malwares;
  • plano de segurança cibernética aplicado.

O profissional do setor, portanto, deve analisar com frequência, possíveis vulnerabilidades dos sistemas e averiguar o uso de redes compartilhadas dentro do ambiente corporativo. Isso tudo para evitar ao máximo que ataques virtuais ou fraudes ocorram nos dados disponibilizados pelas empresas.

Para se dar bem na profissão e conquistar as melhores vagas do mercado, o especialista deve compreender todos os aspectos do funcionamento básico de aplicações voltadas para a segurança dos arquivos. Sendo assim, é preciso estar sempre atualizado sobre tendências e se dedicar para oferecer um serviço de qualidade.

Saiba quais são os motivos de investir na profissão

A área de Cibersegurança é uma preocupação crescente nas empresas, no entanto, ainda há poucos profissionais qualificados no mercado para atender às demandas da nova realidade digital. Assim, o que se espera é que o especialista seja flexível para dialogar com outros setores e, também, para atuar de forma eficiente com as informações sigilosas, tanto das corporações quanto dos demais usuários.

Com um bom serviço prestado, o profissional ganha um diferencial justamente por proporcionar maior produtividade aos colaboradores e por tornar os processos internos cada vez mais transparentes e seguros para todos. Quem deseja empreender em Cibersegurança deve estar atento sobre a importância da área e as diferentes possibilidades que o mercado oferece.

A seguir, confira quais são as principais razões de investir no ramo da Cibersegurança.

Alta demanda

A oferta de empregos para especialistas de Cibersegurança tem aumentado consideravelmente nos últimos anos e, com o ritmo de avanço, o que se espera é que a área domine o mercado de tecnologia. Isso demonstra a preocupação cada vez mais veemente das empresas em relação à proteção de dados do negócio.

Na mesma proporção de crescimento, os ataques virtuais também têm marcado presença, se tornando uma ameaça real para corporações, instituições, iniciativas privadas e públicas. Dessa forma, o profissional em Cibersegurança encontra um contexto de alta demanda de trabalho, em inúmeros segmentos.

Poucos profissionais no mercado

Por ser um setor com um número relativamente pequeno de especialistas, a concorrência costuma ser baixa, com um considerável deficit de pessoas capacitadas para as vagas. Por mais que o mercado de Cibersegurança esteja escasso de pessoas qualificadas, esta é uma opção interessante para quem deseja fazer parte de uma classe com uma atuação recente e cada vez mais necessária.

No entanto, é muito importante manter o aprendizado constante e se atualizar das tendências da área para ter chance no momento de se candidatar a um cargo corporativo. Até porque, diversas empresas valorizam quando o profissional não precisa passar por treinamentos, por exemplo.

Necessidade das empresas se adaptarem à LGPD

Com a implementação da Lei Geral de Proteção de Dados, as organizações têm sentido a necessidade de se adaptar cada vez mais à norma para melhorar o manuseio das informações de consumidores e usuários. Até porque, os titulares passam a ter alguns direitos em relação à segurança do que está sendo armazenado.

Assim, o profissional de Cibersegurança se torna fundamental para disponibilizar as condições ideais de cuidado com o tratamento de dados pessoais e de compartilhamento. Por conta disso, diversas empresas vêm oferecendo vagas específicas para especialistas do ramo.

Mercado abrangente

O mercado de tecnologia tem desempenhado uma presença abrangente, oferecendo possibilidades para que o profissional atue em diferentes funções e atividades. Para atender ao mercado e optar por uma especialização na área, é indicado consultar quais são os setores mais requisitados, de acordo com a atual demanda. Dessa forma, será possível identificar os segmentos que oferecem maiores quantidades de oportunidades de crescimento.

Boas perspectivas

Com a necessidade cada vez mais urgente de dispor de uma proteção efetiva dos dados de usuários, o que se espera é que grande parte dos departamentos de tecnologia contem com ao menos uma equipe de Cibersegurança.

A perspectiva de empregabilidade para a profissão é alta, no entanto, requer especialização, estudo e dedicação do indivíduo para atingir diferencial. Assim, será possível ocupar cargos de liderança e ter acesso aos melhores rendimentos futuros.

Se qualificar em Cibersegurança é um dos caminhos mais indicados para quem deseja aproveitar as boas oportunidades do setor. Nesse caso, cursar uma pós-graduação é um requisito básico, uma vez que a maioria dos processos seletivos exigem certificação na área. Assim, quanto mais especializações e cursos você apresentar, mais a sua experiência será valorizada.

Gostou do conteúdo? Então, aproveite a visita e conheça mais de perto o curso de pós-graduação em Cibersegurança e Proteção de Dados da Faculdade Arnaldo!

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS

Receba as novidades em seu e-mail

Fique por dentro dos  eventos, notícias e conteúdos da Faculdade Arnaldo.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.